Dispositivos inteligentes que integram tecnologia a acessórios do cotidiano como óculos, pulseiras ou relógios estão se tornando cada vez mais comum e a tendência é que revolucionem diferentes aspectos da vida cotidiana, inclusive a forma de aprender e ensinar.

1. Conexão entre alunos

Sistemas que conectam professores e alunos e plataformas que auxiliam a fazer as tarefas escolares já são uma realidade em algumas escolas. Com o uso de dispositivos integrados a acessórios, a tendência é que a comunicação se torne ainda mais rápida e professores e alunos possam compartilhar conteúdos ou avisar sobre o cancelamento de uma aula quase instantaneamente.

2. Reconhecimento facial

O reconhecimento facial vai economizar tempo e fazer professores e alunos se sentirem mais próximos. Utilizando um par de óculos do Google, por exemplo, professores conseguirão se dirigir a um aluno entre centenas de estudantes, utilizando um aplicativo que reconhece rostos e informa ao usuário o nome da pessoa.

3. Realidade virtual

A realidade virtual irá abrir muitas portas na educação, criando ambientes de aprendizagem completamente distintos dos atuais. Pessoas em Sydney, por exemplo, poderão mostrar a cidade a  alunos em uma escola primária no País de Gales. Ou, ainda, estudantes universitários que estão debatendo política poderão visitar zonas de conflito como Kiev para ver e entender como os protestos influenciam a política de um país.

4. Treinamento esportivo

Usando dispositivos tecnológicos conectados ao corpo, um treinador poderá mostrar uma técnica a jogadores, tornando a aprendizagem mais rápida e efetiva.

5. Realidade aumentada

Realidade 3D, 4D e até 5D também irão transformar a educação. Livros poderão exibir imagens e até mesmo vídeos 3D, interagir com o leitor e tornar a experiência da leitura e do aprendizado completamente nova.

6. Aplicativos de aprendizagem

Embora já existam inúmeros aplicativos utilizados em dispositivos móveis, utilizá-los em acessórios acoplados ao corpo irá revolucionar a sala de aula.

7. Segurança

Usar os acessórios tecnológicos para recriar experiências perigosas de forma segura poderá ser utilizada, por exemplo, por professores de química que querem realizar experimentos em laboratório. Da mesma forma, os professores poderão ter maior controle dos estudantes durante viagens ou trabalhos de campo.

8. Especialistas

Para complementar o conteúdo transmitido pelos professores, os dispositivos permitirão aos alunos acessar opiniões de especialistas nos assuntos que estão sendo aprendidos.

9. Aprendizagem experimental

A aprendizagem experimental vai ganhar uma nova dimensão com o uso de dispositivos acoplados ao corpo. Usando realidade virtual e aumentada, por exemplo, os alunos poderão ver coisas que nunca teriam sido capazes por serem perigosas ou de alto custo para a escola.

10. Localização

Projetado para escolas grandes e universidades, as instituições poderão usar dispositivos para orientar os alunos em torno do campus, chegando até mesmo a guiar cada um pelos corredores e ajudá-los a chegar à classe.

Fonte: cbronline