Em momentos de crise, o pensamento recorrente costuma ser a necessidade de minimizar os danos. No contexto das organizações, isso é feito, sobretudo, reduzindo custos e freando o desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Entretanto, uma solução aparentemente satisfatória a curto prazo, pode se tornar um problema no futuro, levando à perda de market share e deixando a empresa despreparada para lidar com os novos cenários e desafios que surgirão.

Além da crise circunstancial, estamos em um momento de transição para uma era “digital”, na qual todas as indústrias, em escala global, serão reinventadas em função dessas ferramentas.

As empresas que conseguirem enxergar além da crise e encarar o momento como uma oportunidade de redefinir as estratégias, inovar em diferentes aspectos e repensar seus propósitos com base na transição para o digital, estarão mais preparadas para construir um futuro promissor e se tornar líderes de mercado da nova era digital.

Confira a matéria na íntegra!